osaka

 

Sakura

Depois de apenas dois meses, desde minha última viagem à Ásia, estava de volta ao Japão, desta vez em plena primavera. Desembarquei em Osaka, a segunda maior metrópole do país, também conhecida como a “Veneza japonesa” por ser cercada de rios, baías e mar.

Encontrei a cidade das águas “vestida” de flores, ou melhor dizendo, de Sakura, nome japonês dado às cerejeiras que nesta época floreiam as ruas com pequenas e delicadas pétalas rosas e brancas, enchendo os olhos de japoneses e turistas. As flores de Sakura são aguardadas com ansiedade, todos os anos, há mais de dez séculos, celebração que tem o nome de “hanami” (piquiniques feitos debaixo das árvores floridas). É realmente um espetáculo inesquecível! Vale a pena se programar com antecedência para estar lá nessa época, já que as flores não duram mais de duas semanas.

 

 

 

 

Castelo de Osaka

Osaka tem muitos lugares belíssimos para serem visitados. Um deles é o Castelo de Osaka, um dos mais famosos do Japão construído na região central da cidade, cercada por um parque belíssimo e com vista para as modernas construções do Osaka Business Park, uma contraste entre o antigo e o novo.

 

 

 

 

Templo Shitonnojji

É o templo mais antigo do Japão e deve estar no roteiro de quem não dispensa um passeio no tempo e na tradição da cultura japonesa.

 

 

Aquário Kaiyu-kuan

 

É o maior aquário do mundo, com onze mil toneladas de água. São quatorzes aquários gigantes, criando o ambiente natural das 10 regiões que rodeiam o Oceano Pacífico. Lá você observa centenas de espécies marinhas, como pinguins, golfinhos, leões-marinhos e maior peixe do mundo, o tubarão baleia. Um passeio inesquecível pra todas as idades