basilica externa

Nazareth foi a razão pela qual eu estendi minha viagem na Terra Santa. Como a cidade fica a algumas horas de Ramallah, não tinha sobrado tempo para conhecer a terra natal de Maria, por quem eu tenho não só admiração como uma verdadeira adoração. E numa sexta-feira, dia do feriado mulçumano, eu realizei um sonho antigo.

Antes de continuar o texto, assistam o video sobre minha visita à Casa de Maria!

SEGUNDO MAIOR PONTO DE PEREGRINAÇÃO DE ISRAEL!

O segundo maior lugar de Peregrinação Cristã em Israel, em nada nos lembra a antiga aldeia descrita na bíblia no tempo de Jesus. A cidade, de 65 mil habitantes, é moderna e agitada pelo comércio, principalmente religioso. Nazareth ainda é lar da maior comunidade árabe de Israel, formada por mulçumanos e cristãos que convivem na mais perfeita harmonia na cidade.

Basílica da Anunciação

Ainda de longe é possível avistar a grande cúpula da imponente Basílica da Anunciação, que tem esse nome por ser o local de uma das cenas mais emblemáticas da bíblia: a visita do Anjo Gabriel à Maria.

Construída na década de 60, a Basílica tem uma arquitetura interessante e diferenciada, uma mistura de mármore, madeira, concreto e muitos mosaicos que retratam a virgem Maria em diferentes lugares do mundo, inclusive no Brasil, com Nossa Senhora Aparecida. No subsolo está o local mais sagrado da igreja e que desperta mais emoção para os visitantes: o altar construido na “casa” de Maria, ou pelo menos parte da casa de pedra na qual ela teria passado sua infância e onde, segundo os cristãos, Maria recebeu a notícia que mudaria a história da humanidade. Os escritos em hebraico, “Xe Maria” marcados nas pedras, são algumas das provas arqueológicas de que a mãe de Jesus esteve ali. Foi um dos poucos momentos da viagem, onde não pude conter as lágrimas.

Igreja de São José

Assim como José, que viveu de forma despretensiosa ao lado de Maria e Jesus, assim é sua Igreja, que fica na lateral da Basílica da Anunciação, quase sem nenhum destaque. Também conhecida como Igreja da Oficina de José, ela foi construída sobre o local onde teria sido a oficina de carpintaria do pai de Jesus. Uma escada na igreja desce para uma cripta onde as cavernas podem ser vistas. Ainda não há evidências históricas de que ali realmente foi a oficina de José ou a casa da Sagrada Família. Resta-nos a fé e a sensação de estar num dos locais sagrados, onde estiveram Jesus, Maria e José.

Arqueologia preservada

Com mais de 3 mil anos de história, Nazareth ainda conserva riquezas arqueológicas preservadas. Ali mesmo, ao lado da Basílica, as escavações mostram partes da antiga cidade de Nazareth. Além de partes das construções milenares, é possível ver a estrutura completa de uma casa do antigo vilarejo onde Jesus passou parte de sua infância.

Estudiosos acreditam que essas escavações arqueológicas na vizinhança das atuais Basílica da Anunciaão e Igreja de São José revelam partes ainda da Idade do Bronze (2200 a 1500 a.C.) da Idade do Ferro (1500 a 586 a.C.).