mar morto

Atravessar o deserto da Judéia, descer para o ponto mais baixo da Terra, flutuar nas águas salgadas….Essas são algumas das experiências inesquecíveis para quem vai visitar o Mar Morto, grande lago de água salgada em Israel, que faz fronteira com Cisjordânia e Jordânia. Lago, porque o Mar Morto tecnicamente não é mar. Totalmente isolado e a 417 metros de profundidade, ele é abastecido pelo Rio Jordão e afluentes.

Kalia Beach

Muitos carros e ônibus no estacionamento indicavam que ali é um ponto turístico bem visitado. A apenas 30min de Jerusalém, Kalia Beach fica logo no início no Mar Morto e é um dos passeios certos das rotas do turismo religioso. Após pagar cerca de 50 shekels pra entrar, me deparei com um lugar super estruturado e aquele “clima” de praia, já que a turistada (ali) anda com pouca roupa. Em Kalia Beach há muitas lojinhas, barracas e atrativos para receber muitos turistas, de todas as partes do mundo. Não fosse a paisagem árida em volta, por alguns minutos eu quase me esqueci que estava em Israel.

Mas bastou mais alguns passos para ter certeza de que estava chegando num lugar incomum e especial. A “primeira cena” da paisagem é inesquecível: um “mar perdido” no  meio do deserto, com vista para a cidade de Aman, na Jordânia. Impressionante!

 

Um antigo pier, quase que ignorado pelos visitantes, me chamou atenção pela altura e distância do mar. Ali eu entendi o por quê da grande preocupação do mundo com o redução do nível do Mar Morto, que tem diminuído cerca de um metro por ano. Caso os projetos de Israel de recuperação não forem postos em prática, o mar pode desaparecer em cinquenta anos.

Flutuando….

A quantidade de sal no lago é tão grande, mas tão grande, que interfere na densidade de suas águas. E aí está um dos grandes atrativos do passeio: como um corpo precisaria ser extremamente denso para afundar, qualquer pessoa consegue flutuar normalmente nas águas salgadas!

Se flutuar na água é bem divertido, o banho de lama não fica atrás. A concentração de sais minerais e propriedades da lama negra são consideradas medicinais pelos dermatologistas. O resultado é um spa a céu aberto! Obviamente eu não ia deixar de testar a lama na pele, que fica incrivelmente macia.

A minha recomendação para quem vai pra praia é: 1. Não tente mergulhar; 2. Não molhe o rosto (pois o pouco que cair nos olhos vai arder feito pimenta); 3. No fique mais de 1h com a lama no corpo! E o mais importante…Veja se tem um chuveiro de água doce por perto!

A experiência de conhecer um lugar a mais de 400 metros de profundidade e flutuar em águas salgadas é indescritível. Dedique um dia de sua viagem pra conhecer o Mar Morto. Voce sairá de lá, renovado e, claro, rejuvenecido!

Como chegar em Kalia Beach:

Kalia Beach fica a mais ou menos 30 min de Jerusalem. Se optar ir de carro, não tem erro, pois há muitas sinalizações. Além disso existem alguns ônibus que fazem essa rota saindo de Jesusalém.