Estou em Miami novamente. Eu e a metade do Brasil, pelo menos. A cidade mais caliente da América, definitivamente, se tornou nosso destino preferido!!! As razões, vocês já sabem…(dá uma lida no post post We Love Miami).

Como o período ainda é de férias e esse blog também existe para trazer dicas e sugestões, quero registrar dois de alguns programinhas super legais para quem viaja com a família e não quer ficar o dia inteiro andando nos shoppings. Existe vida além do Dolphin Mall e Sawgrass!!

Se você também não entende absolutamente nada de futebol americano, a melhor dica é assistir um jogo de basquet ball e entrar no clima daqui.

Essa semana fomos assistir o jogo dos Tigers contra o Miami Hurricane, pelo campeonato NBA e foi incrível! Além de jogadas sensacionais, todos os intervalos são animados por bandinhas instrumentais e “team leaders” com roupas colegiais e coreografias que lembram aqueles filmes clichês americanos dos anos 90.

Isso sem contar a torcida literalmente fanática por basquete (aliás, americano é meio alucinado por esportes) e que deixa o jogo ainda mais divertido. O preço dos tickets varia de $ 15 a $75, dependendo do setor que você escolhe. A compra pode ser feita com antecedência via internet, com empresas especializadas. Mr. Google pode te ajudar.

 

 

Outro programa legal, e bem turístico, é o passeio de barco que sai do Bayside (Downtow) e passa pelas ilhas onde ficam casas de milionários  e celebridades como Sharira, Jenifer Lopez, Ricky Martin, Enrique Iglesias e até a Xuxa (que comprou a casa da Madonna). A maior mansão, segundo o guia, pertence a ninguém menos que o inventor do viagra –  propriedade avaliada em $65 milhões!!! Curioso não? É…só não é mais curioso que o fato de ouvir Michel Teló em pleno passeio, com direito a coreografia dançada pelos nossos vizinhos venezuelanos.

A vista dos prédios de Downtow é bem bonita também (eu aconselho pegar o boat do último horário e curtir o pôr-do-sol.). O tour dura em média 1h30 e custa $25 (adulto). Se for em grupo, esse valor é menor e criança não paga.